Hospital de Cirurgia Plástica
(18) 99629-4826 (18) 3323-5600
6 de julho de 2021

Blefaroplastia remove sobra de pele da área dos olhos?

Muito procurada por quem tem mais de 30 anos, a blefaroplastia é a cirurgia plástica que remove o excesso de pele caída na parte inferior e posterior das pálpebras!

O efeito rejuvenescedor acontece porque este procedimento elimina bolsas de gordura, rugas e flacidez na região ao redor dos olhos.

 

Simples e minuciosa: para que serve esta cirurgia?

A pele descaída (em declínio) é tratada nesta cirurgia: superior ou inferior.

No caso da pálpebra superior, quando essa queda acontece por causa dos músculos, o paciente foi acometido por uma condição que se denomina ptose; também tratada com a blefaroplastia.

Na blefaroplastia o médico dá atenção às causas que levam àquela condição estética, por isso, apesar de parecer simples, a indicação desta cirurgia só é feita sob uma avaliação clínica completa.

Por isso a necessidade de buscar cirurgiões experientes, não só porque é a técnica demanda muito conhecimento sobre o funcionamento das expressões, mas especialmente daquele rosto (cada paciente) e as ações do tempo sobre ele.

Sempre: o processo inteiro (completo) é importante para que o paciente entenda a decisão passo a passo e tenha uma expectativa realista quanto ao resultado, geralmente muito satisfatório.

 

A blefaroplastia não deve afetar as pálpebras ou interferir em seu funcionamento!

Se você está lendo este texto porque pensa em fazer esta cirurgia, a decisão fundamental a ser tomada deve passar pela consulta à Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, a SBPC.  Você pode verificar o nome do cirurgião escolhido aqui: https://www2.cirurgiaplastica.org.br/encontre-um-cirurgiao/

O médico consegue reforçar os procedimentos, cuidados e etapas que serão vividas, junto com o paciente, dentro do consultório.

Aliás, esse é o caminho de construção da decisão do paciente sobre submeter-se à cirurgia plástica.

Nada, nenhum incômodo, visível ou sutil, pode ser ignorado neste processo. Todas as dúvidas devem ser tiradas e, acredite: cada informação pode influenciar positivamente o resultado que o cirurgião pode obter e o paciente deseja.

 

Outro problema tratado em uma blefaroplastia são aquelas pequenas bolsas de colesterol, chamadas de xantelasmas. Elas aparecem também nas pálpebras, podem ser disformes e atrapalhar severamente o movimento ‘abre e fecha’ dos olhos.

Portanto, a blefaroplastia é (também) o procedimento cirúrgico que cria um olhar mais profundo ou  a impressão de mudança no formato dos olhos orientais. A cirurgia que constrói o sulco da pálpebra superior, portanto.

 

Em um local tão delicado, como ficam as cicatrizes?

A técnica para a cirurgia plástica da blefaroplastia é igualmente delicada e as cicatrizes ficam na linha logo abaixo dos cílios, na pálpebra inferior, ou no sulco das pálpebras superiores.

É comum ouvir relatos de pacientes que consideram a blefaroplastia uma cirurgia indolor. A sensação mais relatada costuma ser ardência, porque as incisões são tão delicadas, que o controle de uma possível dor é administrado tranquilamente por medicamentos, na maioria dos casos.

Outra característica da blefaroplastia é ser uma cirurgia rápida, em média 1 hora, com pouco tempo de internação pós-procedimento, até 6 horas.

Cada paciente e cada cirurgia tem sua própria dinâmica, mas é rápida, quando comparamos com outros procedimentos cirúrgicos no rosto, por exemplo.

Os pontos são extremamente discretos, internos, mas são retirados, a fim de evitar a possibilidade de inflamação.

 

‘Olhos arroxeados’ por quanto tempo?

Também é comum falar da blefaroplastia como o procedimento que deixa o olho roxo no pós-cirúrgico. Esta reação é chamada de equimose.

Tanto quanto o inchaço, essas são respostas comuns nos primeiros dias logo após a cirurgia e variam de paciente para paciente. O médico acompanha o processo e todas as instruções de cuidados em casa são dadas pela equipe e o cirurgião plástico.

Outra peculiaridade é não se utilizar curativos oclusivos, então as compressas frias podem ser o recurso para evitar inchaços muito agudos. E costumam ter efeitos, sendo feitos corretamente, conforme a orientação médica.

Também é esperado que o inchaço não deixe os olhos se fecharem por completo nos primeiros dias. Conforme ele vai diminuindo, os olhos fecham-se completamente.

 

Dr. Edélcio S. Shimabucoro
CRM-SP 79 890 | RQE 55563


Contato, agende sua consulta!

📱 (18) 99629-4826
  (18) 3323-5600

Deixe um comentário
Você também pode gostar
“Doença do Silicone” Esclarecimentos
+
“Doença do Silicone” Esclarecimentos

Com relação à matéria exibida no Fantástico da Rede Globo de Televisão no dia 28/02/2021, falando sobre a “Doença do Silicone” quero aqui fazer alguns ...

5 de março de 2021
Você sabe o que é Simastia?
+
Você sabe o que é Simastia?

O que é Simastia? A simastia é a união das duas mamas na região pré-esternal. É como se as duas mamas fossem uma só, não existindo o sulco entre elas. ...

23 de julho de 2021
Saiba como acelerar o pós operatório do silicone nas mamas
+
Saiba como acelerar o pós operatório do silicone nas mamas

Muita gente ainda tem dúvidas sobre o pós-operatório silicone e a troca de prótese de silicone. Como em qualquer cirurgia plástica, a colocação de próteses ...

8 de dezembro de 2020