Hospital de Cirurgia Plástica
(18) 99629-4826 (18) 3323-5600
4 de fevereiro de 2016

Cirurgia de Aumento de Mama

O que é a Cirurgia de Aumento de Mama?

A mamoplastia de aumento é o nome técnico para a cirurgia de aumento de mama. Trata-se de um das cirurgias plásticas mais realizados no mundo pelas mulheres. Para algumas, trata-se de uma forma de melhorar a autoestima e a autoconfiança, mas também pode ser realizada como forma de reconstrução da mama após uma cirurgia de câncer de mama, correção de defeitos congênitos da mama ou da parede torácica e também para restaurar as alterações nos seios causadas pela amamentação.

A cirurgia de aumento de mama pode melhorar a aparência, simetria, volume e formato dos seios através de implantes de silicone ou de solução salina e, também, de reaplicação de gordura da própria pessoa.

Como funciona a Cirurgia de Aumento de Mama?

Em geral, a cirurgia de aumento de mama é minimamente invasiva, e tem como passos gerais:

Anestesia: geralmente sedação + anestesia local. O médico anestesista recomendará qual o melhor tipo para cada caso.

Incisão: realizada em locais estratégicos para que seja o mais imperceptível possível. A paciente deve discutir junto ao cirurgião qual a mais apropriada dentre as opções: na periferia da auréola, inframamária (parte inferior do seio) ou axilar. A incisão é baseada no tipo de implante utilizado, aumento desejado e anatomia particular da paciente.

Inserção do implante: o implante pode ser posicionado sob o músculo peitoral (inserção submuscular) ou logo atrás do tecido do seio, sobre o músculo peitoral (inserção retroglandular). O método de inserção também é baseado nos mesmos princípios que o da incisão.

Fechamento da incisão: as incisões são fechadas com suturas em camadas no tecido mamário e com suturas, adesivo especial ou fita cirúrgica para fechamento da pele. Ao longo do tempo, as linhas de incisão tendem a ficar imperceptíveis.

Recuperação: a paciente é levada para uma área de acompanhamento pós-cirúrgico. Os seios são envoltos em gaze e uma bandagem elástica ou um sutiã especial para minimizar o inchaço e apoiar os seios. O uso do sutiã de apoio pode ser recomendado para as primeiras semanas de recuperação. O cirurgião dará as recomendações necessárias e novas consultas de acompanhamento deverão ser feitas para verificar o processo de cura.

Apesar de ser uma cirurgia bastante comum e com altos índices de sucesso, a escolha do Hospital e do cirurgião deve ser feita com extremo cuidado. Como toda cirurgia, envolve riscos que devem ser exaustivamente discutidos com o cirurgião, assim como cada detalhe sobre as etapas.

Deixe um comentário
Você também pode gostar
“Doença do Silicone” Esclarecimentos
+
“Doença do Silicone” Esclarecimentos

Com relação à matéria exibida no Fantástico da Rede Globo de Televisão no dia 28/02/2021, falando sobre a “Doença do Silicone” quero aqui fazer alguns ...

5 de março de 2021
Você sabe o que é Simastia?
+
Você sabe o que é Simastia?

O que é Simastia? A simastia é a união das duas mamas na região pré-esternal. É como se as duas mamas fossem uma só, não existindo o sulco entre elas. ...

23 de julho de 2021
Como melhorar a flacidez depois do emagrecimento?
+
Como melhorar a flacidez depois do emagrecimento?

Você se dedica dia após dia para perder gordura, os resultados estão cada vez melhores, mas agora você se depara com um novo problema: flacidez e/ou excesso de ...

30 de julho de 2021