Hospital de Cirurgia Plástica
(18) 99629-4826 (18) 3323-5600
4 de fevereiro de 2016

Cirurgia de Orelha: Otoplastia

Existem pessoas que sofrem desde a infância com o tamanho ou formato de suas orelhas, seja por serem mais salientes do que deveriam, por serem assimétricas ou terem uma inclinação para baixo. As consequências causadas por essas características podem ir desde o bullying – mais comum em crianças e adolescentes – até o uso irrevogável de chapéus, bonés, cabelos mais compridos ou quaisquer outras alternativas para disfarçar o problema e evitar constrangimento. Felizmente a cirurgia plástica de orelha, ou otoplastia, pode ser a solução para o problema.

As orelhas são uma das poucas partes do corpo inevitáveis de serem vistos – inclusive, justifica o fato de ser local de penduricalhos como brincos, piercings e etc. Por este motivo, o desconforto em relação a elas podem causar níveis insuportáveis de constrangimento. Em razão disto, a cirurgia de orelha (otoplastia), é um procedimento bastante popular entre crianças e adultos. Esta cirurgia plástica melhora a autoestima e a autoconfiança e é um procedimento indicado também para crianças que nascem com outras graves deformações na orelha.

Tipos de Cirurgia de Orelha (Otoplastia)

Basicamente, existem dois tipos de cirurgia:

Tradicional – também conhecida como pinagem de ouvido, aqui as orelhas são reposicionadas em direção à cabeça do paciente, criando uma aparência mais comum e bonita. O formato também pode ser alterado neste tipo de procedimento.

Reconstrutiva – lida com afecções graves de ouvido. A correção é feita em deformidades congênitas, como por exemplo a ausência parcial a total da orelha ou em em traumas (lesão por objetos cortantes, acidentes de carro, queimaduras, etc.) e até mesmo por sequela de enfermidades como câncer, hemangiomas, lepra, leishmaniose, dentre outras.

Com qual idade pode ser realizada a Cirurgia de Orelha (Otoplastia)?

A cirurgia de orelha pode ser feita em qualquer idade depois de as orelhas tenham atingido tamanho adequado , geralmente após os 5 anos.

Em geral, seus resultados costumam ser satisfatórios na maioria dos casos. Entretanto, por ser uma cirurgia também envolve alguns riscos. Por isso, o procedimento só deve ser realizado por um cirurgião plástico experiente. Lembre-se de que o impacto sobre sua aparência, confiança e autoestima estarão nas mãos dele.

Deixe um comentário
Você também pode gostar
Ginecomastia: Compreensão e Opções de Tratamento
+
Ginecomastia: Compreensão e Opções de Tratamento

A Ginecomastia, muitas vezes desconhecida, é uma condição que afeta homens e pode ter um impacto significativo em sua saúde emocional e autoestima. Vamos ...

3 de janeiro de 2024
Lipoaspiração nas Axilas: O Que Você Precisa Saber
+
Lipoaspiração nas Axilas: O Que Você Precisa Saber

A busca pela harmonia corporal não se limita apenas às áreas convencionais. Você já considerou a lipoaspiração nas axilas para aprimorar sua silhueta? Vamos ...

24 de outubro de 2023
Otoplastia: Reconectando-se com a Autoestima e Aceitação
+
Otoplastia: Reconectando-se com a Autoestima e Aceitação

A busca da autoaceitação e autoconfiança pode ser desafiadora, especialmente quando enfrentamos inseguranças em relação à nossa aparência física. Para ...

9 de abril de 2024