Hospital de Cirurgia Plástica
(18) 99629-4826 (18) 3323-5600
9 de fevereiro de 2017

Próteses de Silicone: Como escolher o material, textura e marca?

Além do tamanho e do formato, há outros detalhes essenciais para a sua segurança e para um melhor resultado da cirurgia. São eles:

Material

Hoje, o material mais utilizado é o silicone. Já estamos na 5ª geração de implantes de silicone, que é constituído por um invólucro externo formado de várias camadas que impedem a migração do gel existente em seu interior e também confere uma maior resistência a ruptura. No seu interior não temos mais o perigoso silicone líquido presente nas próteses antigas. Hoje as próteses são recheadas com um gel de silicone grau médico altamente coesivo que não vaza caso haja ruptura ou perfuração do invólucro externo da prótese, garantindo a segurança da paciente. Quanto à sua resistência, ele se rompe a uma pressão média de 100 atmosferas. Ou seja, seria preciso mergulhar a uma profundidade de mais de 1000 metros para que ele “estourasse”. Eles também têm 400% de elasticidade, ou seja, podem ser esticados até 4x seu tamanho sem que nada aconteça. Atenção: as informações acima valem para implantes em bom estado. Se nem os diamantes são eternos, quanto mais os implantes. Os fabricantes orientam que a troca das próteses seja feita a cada 10 anos. Eu oriento a troca quando for necessária! A durabilidade ou vida útil de uma prótese certamente está diretamente ligada a qualidade dela e não tem mais um prazo pré-determinado para uma eventual troca, tudo depende de cada caso. Por isso, é preciso fazer acompanhamento periódico com o seu cirurgião.

Textura

Há próteses lisas, texturizadas e as que têm um revestimento externo extra de poliuretano. Estas últimas são comprovadamente as que oferecem menor incidência de contratura capsular além de serem as que oferecem melhor aderência, como se fosse um efeito “velcro”, o que melhora a formação da cicatriz ao redor do implante além de ser mais difícil de se deslocar (“sair do lugar”).

Marcas

Há diferentes fornecedores e marcas disponíveis aqui no Brasil. Em nosso país o órgão responsável pela vistoria e checagem da qualidade do implante é o InMetro. Somente recebe a aprovação da Anvisa, nosso órgão regulador, os implantes que obtiverem o selo do InMetro. Eu particularmente costumo oferecer algumas opções de marcas que já tem um longo currículo e renome internacional. Existem várias boas marcas de implantes e a dica é sempre questionar o médico cirurgião plástico na consulta sobre qual a marca ele irá utilizar para que você possa pesquisar a sua qualidade e reputação. E depois da cirurgia sempre exija o “CARTÃO DO PACIENTE” que as principais marcas de implantes oferecem de forma personalizada aos pacientes contendo todos os dados do implante (modelo, tamanho, número de série…), informações importantes da técnica cirúrgica utilizada além do carimbo do profissional.

Deixe um comentário
Você também pode gostar
As diferenças entre os tipos de revestimento de implantes de silicone
+
As diferenças entre os tipos de revestimento de implantes de silicone

  Por que é importante conhecer os tipos de silicone de mama? Antes de mostrarmos os diferentes tipos de revestimentos de prótese de silicone existentes, é ...

27 de novembro de 2020
Alimentação pós cirurgia plástica: veja dicas!
+
Alimentação pós cirurgia plástica: veja dicas!

Entre os cuidados do pós-operatório que o paciente precisa manter está a dieta pós cirurgia plástica. A alimentação tem um grande papel na recuperação e na ...

4 de fevereiro de 2021
Atividades permitidas no pós-operatório
+
Atividades permitidas no pós-operatório

Uma lista de atividades permitidas no pós-operatório ajuda no planejamento da cirurgia plástica, mas recomendações sempre dependem da evolução individual. ...

10 de novembro de 2020