Hospital de Cirurgia Plástica
(18) 99629-4826 (18) 3323-5600
1 de setembro de 2020

Ritidoplastia, a cirurgia para rejuvenescer o rosto!

O tempo provoca mudanças significativas em nossa pele, como perda da elasticidade, de volume das estruturas faciais.
O sol está no topo dos principais fatores externos que prejudicam os tecidos da epiderme.

A Ritidoplastia ou lifting facial – como também é conhecida, elimina rugas, excesso de pele e flacidez no pescoço, com o objetivo de recuperar a jovialidade do rosto.
No geral, a cirurgia de Ritidoplastia é indicada para pacientes a partir dos 40 anos. Mas não é uma regra!
Isso porque, algumas pessoas perdem a elasticidade e a firmeza da pele mais cedo do que outras.

 

Ritidoplastia: como é feita?

A principal dúvida da maioria dos pacientes que buscam por cirurgia plástica de Ritidoplastia, é se o resultado ficaria com um aspecto natural e sem muita artificialidade.

A resposta é SIM, isso é possível!

As técnicas utilizadas hoje na Ritidoplastia permitem que o médico tenha mais liberdade para tratar a região afetada. Logo, o resultado pode ficar ainda melhor!
Tudo é feito por um cirurgião plástico especialista e muito experiente, em parceria com o anestesista próprio da clínica e uma equipe de enfermeiras que auxiliam você desde a primeira consulta até o pós-operatório.
A Ritidoplastia tem a duração de 3h a 5h, dependendo do problema a ser corrigido. E, é feita sob anestesia local com sedação ou a anestesia geral.

 

Pós-operatório

O comprometimento com a recuperação após o ato cirúrgico é muito importante para o sucesso da sua Ritidoplastia na face.
É fundamental que você siga à risca todas as recomendações médicas.

E evite ainda:

  • Se expor ao sol, sem proteção, por pelos 6 primeiros meses após a cirurgia de Ritidoplastia
  • Fumar por um período mínimo de 30 dias
  • Fazer exercícios físicos por ao menos 40 dias
  • Utilizar secador ou químicas no cabelo por 60 dias
  • Realizar quaisquer atividades antes da 2ª semana

 

A Ritidoplastia deixa cicatrizes?

Como qualquer outra cirurgia plástica, a Ritidoplastia na face também deixa cicatrizes. A boa notícia é que, na Ritidoplastia, elas são discretas e quase imperceptíveis.
E todas ficam em locais escondidos, como no couro cabeludo e atrás da orelha. Mas é importante lembrar que o processo de cicatrização não depende exclusivamente do médico, mas do organismo de cada paciente e o cuidado na Ritidoplastia antes e depois. Além disso, as cicatrizes ficam menos visíveis com o tempo e perdem o aspecto rosado comum depois da operação.

 

Realize a sua cirurgia somente em hospitais

Jamais cometa o erro de operar em clínicas ou consultórios médicos!
Ritidoplastia segura é feita apenas em hospitais. Tudo isso por questões básicas de segurança, como:

  • Estrutura de um hospital com Unidade de Terapia Intensiva (UTI)
  • Equipes médicas especializadas
  • Fiscalização da vigilância sanitária

Portanto, se você encontrar um local que opere em ambiente não hospitalar, saia correndo!

 

Dr. Edélcio S. Shimabucoro
CRM-SP 79 890 | RQE 55563

 

Contato, agende sua consulta!
📱 (18) 99629-4826
  (18) 3323-5600

Deixe um comentário
Você também pode gostar
O anestesiologista na cirurgia plástica
+
O anestesiologista na cirurgia plástica

Entenda sua importância. Quando falamos sobre procedimentos cirúrgicos, é impossível não lembrarmos das anestesias. Nesse texto, vamos abordar um pouco mais ...

17 de abril de 2020
REJEIÇÃO DA PRÓTESE DE SILICONE: MITOS E VERDADES
+
REJEIÇÃO DA PRÓTESE DE SILICONE: MITOS E VERDADES

A mamoplastia de aumento ainda é uma das cirurgias plásticas mais realizadas pelas brasileiras. Entender como é realizada a mamoplastia de aumento e quais os ...

21 de agosto de 2020
Cirurgia plástica no inverno
+
Cirurgia plástica no inverno

O inverno está chegando e, esta é uma ótima época para realizar procedimentos estéticos. Isso se deve ao fato de contarmos com menor incidência solar, e ...

2 de junho de 2020