Hospital de Cirurgia Plástica
(18) 99629-4826 (18) 3323-5600
17 de novembro de 2016

Saiba como é o pós-operatório da Abdominoplastia

Cirurgia do Abdômen

Procedimento em que se remove o excesso de gordura e de pele e, na maioria dos casos, restaura os músculos enfraquecidos ou separados, criando um perfil abdominal mais suave e tonificado. Ter um abdômen liso e tonificado é algo que muitos de nós se esforça para ter através de exercício físico e controle de peso. No entanto, às vezes, exercício físico e controle de peso não são suficientes para que alcancemos nossos objetivos. Mesmo pessoas com peso corporal e proporção normais podem desenvolver um abdômen protruido, frouxo e flácido. As causas mais comuns destas situações incluem:

  •  Gravidez,
  •  Envelhecimento,
  •  Oscilações significativas no peso,
  •  Hereditariedade,
  •  Cirurgia prévia.

A abdominoplastia é um procedimento altamente individualizado e você deve fazê-lo para si mesmo, não para satisfazer os desejos de outra pessoa ou para se adaptar a qualquer tipo de imagem ideal.

Pós-operatório

  1.  Na ida do hospital para casa vá sentada normalmente no banco do carro, com o cinto de segurança! Se sentir mais confortável pode reclinar um pouco o banco.
  2.  No abdome, presença de “repuxados” na pele (tipo “botão de sofá”) desaparecerão no máximo em 3 meses. São devidos a pontos internos com fio absorvível que leva em torno de 60 dias para desaparecer.
  3.  É muito importante movimentar os pés e as pernas mesmo estando em repouso na cama (prevenção de trombose/ embolia).
  4. Dieta alimentar: dê preferência aos alimentos ricos em fibras e que auxiliem no funcionamento do intestino. É comum o intestino ficar mais “preguiçoso” (obstipado) nessa primeira semana. Se precisar use um laxante que já esteja habituado(a). Poderá também haver desconforto com gazes, neste caso sugerimos Dimeticona (Luftal) 40 gotas ou 1 comprimido de 8 em 8 horas. Evite camarão, carne de porco, soja (e derivados) e alimentos muito condimentados/apimentados e/ou muito salgados. Inclua sempre as frutas (exceto o abacate), peixes, castanhas/nozes, carne vermelha magra e vegetais arroxeados (cereja, beterraba e berinjela).
  5.  Não fumar. Nem permitir que outros fumem no mesmo ambiente.
  6.  Você ficará bastante debilitada na primeira semana. Portanto evite esforços físicos nos primeiros sete dias. Nesse período procure repousar, se alimentar bem e ingerir bastante líquidos (no mínimo dois litros de água por dia). Poderá ocorrer hipotensão (pressão baixa) ocasionando tontura, náuseas (enjôos) e até “desmaios”. Caso isso ocorra deite-se e peça para alguém levantar as suas pernas que o mal estar melhorará em poucos minutos.
  7.  Não molhe as áreas operadas antes de trocarmos o primeiro curativo.
  8.   Use a cinta compressiva o dia todo, inclusive para dormir (só tire para banho ou para lavá-la). O uso incorreto poderá ocasionar danos irreversíveis como a formação de fibrose cicatricial irregular (causadoras de “caroços” e irregularidades na superfície corporal submetida ao tratamento).
  9. Não engorde, pois isso prejudicará o resultado. Não aceitaremos reclamações caso ganhe peso após a cirurgia.

Veja o quadro abaixo:

Deixe um comentário
Você também pode gostar
Ginecomastia: Compreensão e Opções de Tratamento
+
Ginecomastia: Compreensão e Opções de Tratamento

A Ginecomastia, muitas vezes desconhecida, é uma condição que afeta homens e pode ter um impacto significativo em sua saúde emocional e autoestima. Vamos ...

3 de janeiro de 2024
Consulta Pré-Anestésica: Essencial para Sua Segurança Cirúrgica
+
Consulta Pré-Anestésica: Essencial para Sua Segurança Cirúrgica

Você sabia que a consulta pré-anestésica é obrigatória antes de qualquer procedimento cirúrgico, mesmo aqueles que envolvem apenas sedação? 🩺✨ A ...

4 de junho de 2024
Por que temos medo na hora H da cirurgia plástica e como lidar com ele?
+
Por que temos medo na hora H da cirurgia plástica e como lidar com ele?

A decisão de passar por uma cirurgia plástica é muitas vezes acompanhada de uma mistura de emoções, sendo o medo uma das mais comuns. Entender a origem desse ...

7 de maio de 2024