Hospital de Cirurgia Plástica
(18) 99629-4826 (18) 3323-5600
22 de setembro de 2021

Rejeição da Prótese de Silicone

Confira as respostas para as principais dúvidas sobre rejeição da prótese de silicone.

Quando o assunto são os riscos que envolvem a Mamoplastia de Aumento, com certeza o termo “rejeição do silicone” é um dos mais abordados. Mas o que é, e quais são os sintomas de rejeição de prótese de silicone?

 

O que é rejeição do silicone?

Ao detectar um corpo estranho, como um implante mamário, o nosso organismo tem uma ação de defesa comum, que consiste em criar uma membrana ao redor da prótese, a fim de deixá-la isolada.  Esse é um processo natural e esperado, porém em alguns casos, essa ação se dá de forma exagerada resultando na rejeição do silicone.

No geral, essa membrana não causa danos à saúde, entretanto, o seio fica mais firme ao toque.

Porém caso essa membrana, ou cápsula fibrosa da prótese de silicone, fique mais espessa, ela começa a apertar o implante e, com o passar do tempo, ele é cada vez mais comprimido, causando a prótese encapsulada.

Em situações raras, o material do silicone não aguenta a pressão e se rompe.

Mas, você só deve se preocupar quando sentir incômodos constantes ou notar que uma mama está com o formato diferente da outra.

 

Rejeição é um tipo de alergia a prótese de silicone?

A alergia ao silicone é muito rara, praticamente não existe. Já que o material do implante é testado para verificar se causa algum dano ao corpo. A rejeição silicone NÃO É ALERGIA a prótese de silicone. Essa é outra situação que, conforme explicamos, é uma reação de defesa do próprio organismo quando identifica um corpo estranho. Nesse caso, ele cria essa cápsula fibrosa ao redor da prótese.

 

A cápsula fibrosa da prótese silicone tem algum benefício?

A cápsula fibrosa da prótese silicone, na sua devida proporção, tem o objetivo de fixar o implante mamário, como se fosse o enraizamento dele no tecido. Esse processo leva em torno de 4 meses para ocorrer. E, na maioria das pacientes, ele acontece dentro do esperado e NÃO há rejeição da prótese. As chances de uma paciente desenvolver rejeição são mínimas. Isso mesmo, para você ter ideia, as chances de você desenvolver uma prótese encapsulada são menores que 1% com os implantes microtexturizados.

 

O que pode ocorrer caso haja a rejeição da prótese?

Quando há rejeição, o silicone fica endurecido e isso pode mudar o formato da prótese de um jeito visível a olho nu. É uma situação que causa desconforto e acaba afetando o seu resultado, mas NÃO tem nenhuma gravidade ou oferece risco a sua saúde. Apesar de causar incômodo, normalmente é mais estético.

 

Como evitar o encapsulamento de prótese de silicone?

Infelizmente, os médicos ainda não conseguiram identificar o motivo do encapsulamento de prótese de silicone. Logo, não há medidas exatas para evitar o problema, já que essa é uma reação do próprio organismo da paciente. Inclusive, não há um estudo que indique por que em algumas mulheres acontece logo no primeiro mês e em outras após muitos anos.

 

Use apenas próteses com selo da ANVISA.

 

Atualmente, o que se sabe é que as chances de ocorrer rejeição de prótese silicone são baixíssimas (menor que 1%). Claro, se a paciente optar por marcas que utilizam tecnologias avançadas. O que você pode fazer é minimizar o risco escolhendo próteses de silicone de qualidade, com aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Outra ação preventiva importante é manter a sua rotina de exames ginecológicos em dia. No seu caso, que fez uma Mamoplastia de Aumento, a periodicidade deve ser anual. E, sempre escolha uma clínica de confiança para colocar as suas próteses. Um local com estrutura para oferecer todo suporte necessário do pré ao pós-operatório. Incluindo no caso de surgirem sintomas de rejeição de prótese de mama.

 

O tipo de implante influencia no risco de rejeição da prótese?

Na verdade, o que influencia na rejeição de prótese de silicone é o tipo de cobertura que os implantes têm. E, com a chegada dos implantes microtexturizados, o índice de rejeição é mínimo (menos de 1%). O mesmo vale para a prótese de silicone de poliuretano. Por isso, você deve ficar despreocupada!

Esse avanço só foi possível graças à tecnologia utilizada hoje em dia.

Pois, antigamente, o número de casos de rejeição de prótese silicone era alto: basicamente 50% das cirurgias. Isto porque as próteses tinham a superfície lisa, o que facilitava a rejeição do silicone.

Logo, com a chegada dos implantes texturizados, esse número reduziu. Mas, só com o surgimento dos microtexturizados é que chegamos a esse número tão baixo.

 

 

Quais os sintomas de rejeição de prótese de silicone?

Os sintomas de rejeição de prótese de silicone variam e, no geral, costumam ser leves, mas podem se intensificar com o tempo. Os mais comuns são quando um dos seios fica com o formato diferente (assimetria), há pequenos ondulamentos na superfície da prótese e o endurecimento da regiãodores e o silicone fica um mais inchado que o outro. Na maioria dos casos, os sintomas ocorrem em apenas uma mama.

Entre os sintomas de rejeição de prótese, a paciente pode sentir que o implante está se contraindo dentro do seu próprio corpo. Logo, vem a dor no silicone, o que pode ser ou encapsulamento do silicone.

Além da dor, se você sentir a prótese de silicone endurecida, e esses sintomas de rejeição ficarem mais intensos, fique atenta e procure o seu médico.

 

Os sintomas de rejeição de prótese ocorrem em diferentes níveis?

Os sintomas de rejeição de prótese de silicone podem ser sentidos em diferentes níveis, dos mais leves, aos mais intensos e que exigem uma intervenção médica. No geral, eles são divididos em 4 níveis. E, ao fazer os exames para confirmar a rejeição da prótese, o próprio médico indica o grau de sintoma, de acordo com a classificação Baker.

A classificação Baker de rejeição de silicone é dividida em:

Grau 1: a mama está normal, as mulheres não sentem incômodos e não há alterações estéticas.

Grau 2: ao apalpar a mama, a paciente sente levemente o implante. Mas não há alterações visíveis.

Grau 3: o implante pode ser sentido ao palpar a mama. Há assimetria em relação ao outro seio.

Grau 4: a mama fica endurecida, há assimetria grave e dor constante.

 

Normalmente, os cirurgiões plásticos consideram uma rejeição de prótese silicone a partir do terceiro Grau. Já que os sintomas são mais intensos, havendo deformidade da mama e até deslocamento da prótese de silicone.

 

Como diagnosticar uma rejeição de prótese de mama?

O diagnóstico da rejeição de prótese de mama é feito, inicialmente, pelo próprio médico. Isso após a paciente relatar os sintomas de rejeição do silicone. Para confirmar essa suspeita, ele pede exames de imagem, como ultrassom, tomografia computadorizada, ressonância magnética ou mamografia com prótese de silicone.

Ao fazer o exame, o médico responsável pelo laudo analisa e já indica o grau de rejeição do seu caso, conforme mencionado acima.

Mas, esses exames de imagem são os mesmos solicitados pelo seu ginecologista.

Aliás, se você tem prótese de silicone, você já sabe que anualmente alguns exames de rotina devem ser feitos. Por meio deles é possível identificar qualquer problema que possa estar ocorrendo com a sua prótese.

Por isso, não deixe de se cuidar. A prevenção é o melhor remédio!

E, se no intervalo da sua consulta de rotina surgirem alguns sintomas de rejeição da prótese de silicone, você pode entrar em contato com seu cirurgião para verificar e ter certeza se o seu organismo está rejeitando o implante ou não.

 

 

Qual o melhor tratamento para os sintomas de rejeição de prótese de silicone?

A forma de tratar os sintomas de rejeição de prótese de silicone varia de acordo com a intensidade deles e, claro, com o resultado dos exames. Logo, o melhor tratamento para a rejeição de prótese mamária, quando há sintomas elevados, é a colocação de uma nova prótese de silicone. Ou seja, um tratamento cirúrgico.

Nos casos mais graves, com indicação de cirurgia, o médico tenta tirar a prótese em bloco. Ou seja, a prótese junto com a membrana fibrosa.

Porém, quando ela está enraizada nos tecidos adjacentes, ele precisa remover por partes. Independente disso, o importante é que ele retire tudo.

Mas nem sempre o médico poderá colocar de imediato um novo implante na paciente. Pois, se houver inflamação na mama, a ação mais esperada é que o cirurgião trate a inflamação e aguarde até que o local se recupere (6 meses).

Para reverter a contratura capsular no grau 1 e 2 os médicos podem optar pelo tratamento clínico com corticoide em comprimido ou injetável.

Esse tratamento inicial tem o objetivo de “acalmar” o sistema imunológico e assim reduzir a formação do encapsulamento de prótese de silicone.

A boa notícia é que, na maioria dos casos, essa ação já é o bastante e resolve o problema da rejeição.

 

O médico retira as duas próteses, mesmo quando a rejeição está de um lado só?

Normalmente a rejeição silicone é unilateral, mas a retirada pode ser feita das duas próteses, caso a paciente combine isso antecipadamente com o seu médico.

Esse é um acordo comum, já que a maioria mulheres não quer ficar com as mamas de tamanhos muito diferentes, enquanto aguardam a liberação para colocar os implantes novamente.

 

No caso de rejeição de prótese de silicone, eu ganho novos implantes?

Normalmente, as marcas de implantes mamários liberadas no Brasil oferecem garantia no caso do encapsulamento de prótese mamária ou de ruptura da prótese de silicone. O que varia é o tempo de garantia, tem de 5 ou 10 anos e até vitalícia. Mas para receber o par de implantes sem pagar a mais, é preciso comprovar a rejeição por meio dos exames.

Vale lembrar que essa garantia está relacionada ao índice de rejeição, seguindo a classificação Baker que comentamos acima.

No geral, a cobertura é direcionada para pacientes com grau Baker III e IV, já que nos demais níveis o tratamento não exige a troca das próteses.

Na dúvida, consulte o termo de garantia das suas próteses de silicone.

 

O custo hospitalar está incluso na garantia da prótese?

A garantia do fabricante se estende apenas as próteses mamárias. Logo, cabe a paciente arcar com os custos do cirurgião plástico, do anestesista e da diária no hospital.

 

A Síndrome Asia é um tipo de rejeição de prótese?

Não. A Síndrome Asia rejeita alguns tipos de corpos estranhos que entram em contato com o organismo, por exemplo, uma vacina, um anabolizante ou produtos de beleza. E, diferente da rejeição de prótese, não é possível confirmar o diagnóstico com exames de imagem. Além disso, ela é extremamente rara, tanto que nunca tivemos um caso comprovado com a doença.

Outro diferencial é que os seus sintomas não estão relacionados apenas com os seios. Há relatos de mulheres que sentem dores musculares, cansaço, perda de memória, queda de cabelo e febre. Saiba mais sobre a doença do silicone aqui!

 

Sem medo da rejeição do implante de silicone!

Agora que você já sabe as respostas para as principais dúvidas sobre rejeição do silicone, conhece os sintomas e como tratar, já deu para perceber que esse risco não é frequente.

O que você precisa é conhecer os sintomas de rejeição de prótese de silicone e saber o que fazer, caso sinta algum deles.

E, claro, tomar os devidos cuidados para reduzir ainda mais a probabilidade de ter que lidar com esse problema. Mas, se não for possível evitar, o melhor a fazer é ter uma clínica e um médico experiente, que ofereça o devido apoio e não a deixe desamparada.

 

Dr. Edélcio S. Shimabucoro
CRM-SP 79 890 | RQE 55563


Agende sua consulta!

📱 (18) 99629-4826
  (18) 3323-5600

 

Deixe um comentário
Você também pode gostar
“Doença do Silicone” Esclarecimentos
+
“Doença do Silicone” Esclarecimentos

Com relação à matéria exibida no Fantástico da Rede Globo de Televisão no dia 28/02/2021, falando sobre a “Doença do Silicone” quero aqui fazer alguns ...

5 de março de 2021
Tudo que você precisa saber sobre Lipoaspiração
+
Tudo que você precisa saber sobre Lipoaspiração

A lipoaspiração, ao lado da implantação de próteses de silicone, é uma das cirurgias plásticas mais procuradas. A busca pela diminuição de medidas por meio ...

21 de maio de 2021
Redução de Mamas Conheça a Cirurgia
+
Redução de Mamas Conheça a Cirurgia

Mamas volumosas causam dores nas costas e uma série de outros problemas. Entenda tudo sobre a redução de mama e acabe com esse problema. Ter mamas muito ...

26 de março de 2021